domingo, 25 de novembro de 2007

Caldas da Felgueira, Nelas

Fica por contar um pouco da história das Caldas da Felgueira, sobretudo das suas Termas e da actividade turística que a existência de tão famoso balneário termal permite. Por agora ficam apenas algumas imagens, dos seus mais importantes ícones, de ícones que quebraram e equipamentos e locais simbólicos.
Embora só tenham sido inseridas no blog algumas das imagens captadas este fim-de-semana, deu-se sequência à recolha de imagens localidade a localidade. Como devem entender trata-se de uma tarefa gigantesca e nem sempre o tempo ajuda ou se ajuda a luz não é a melhor, se for o caso voltaremos a recuperar alguns elementos caso se justifique. A prioridade agora é chegar a todas as localidades, tarefa que seguirá na próxima oportunidade, até lá prossegue a inserção de fotos no blog.

A Pensão Maial ou o que dela resta, outrora um dos três ícones das Caldas da Felgueira

O Grande Hotel permanece com toda a sua imponência com um desses ícones

O outro ícone é o complexo do balneário termal







Esta pequena capela quase passa despercebida, contudo está lá, basta fixar o olhar


Dos diversos equipamentos das Caldas da Felgueira destacam-se apenas alguns, entre eles este recinto desportivo, mas com diversos usos, nas noites do Verão passado serviu para actuação de Bandas Filarmónicas do concelho

O Posto de Turismo vale mais pelo significado do que pela sua intervenção, precisa de mais dinamismo. Após ser feita esta recolha fotográfica é um bom local para expor algumas das fotografias, quem sabe.

À semelhança de outras localidades também aqui as ruínas de habitações de outrora deixam um colorido amargo na paisagem

1 comentário:

efeneto disse...

Delicioso momento fotografico aqui apresentado. A beleza que nos rodeia e nem reparamos que ela existe. Mais um alerta para a beleza da nossa região.